20.7.12

Review: E aí... Comeu?



E aí... comeu? conta a história de três homens, amigos, que se encontram quase todas as noites em um bar para falarem de suas experiências com mulheres. Cada um com uma história independente dando suas opiniões próprias sobre sexo e mulheres. Um é recém separado e está enrolado com uma garota mais nova do seu prédio. O outro é casado e está muito distante da esposa e o último é um escritor mal sucedido que não consegue terminar o livro e não tem um relacionamento sério com ninguém. 


A promessa para quem vai ver esse filme é de que se escangalhe de rir. Mas eu não o fiz. Não sei se é porque eu não gosto desse tipo de piada, mas eu tenho senso de humor e não achei graça das piadas em que todo mundo ficava morrendo de rir por alguns segundos. As piadas de E aí, comeu são todas machistamente depravadas. Não que usar palavrões seja proibido, mas eu acho de muito mau gosto dizer palavrões aleatórios e pelo visto isso animou o público do cinema. 

O que me fez ver que esse não é perda total é que do meio pro fim a história vai ficando menos diálogo entre os amigos no bar e mais de suas histórias independentes. As histórias ficam mais românticas e convincentes. A que eu mais gostei foi a do escritor que se apaixona pela prostitua, mais a história do Bruno Mazzeo com a menor de idade também foi bem legal. 

Eu não me identifiquei muito com E aí, comeu. Acho a parte de humor do filme bem pobrinha. Eu não classifico-o como humor inteligente ou não, só acho que existem piadas boas e ruins e pessoas que as acham engraçadas ou não. Não achei as situações em que palavrões fortes eram ditos à mulheres (principalmente as que frequentam o mesmo bar que eles) e da forma como tratam-nas como objetos, claro, a não ser que sejam suas esposas e namoradas. O filme é quadrado e tem ideias antigas. Não gostei e ponto. 

2,5 / 5

Um comentário:

  1. Sei lá, mas acho que eu ia rir pra caramba com esse filme. Beijão!

    ResponderExcluir